Ângela Evans: de BH para todo Brasil

Foto do encarte do cd

Há a seguinte máxima popular: “Antes tarde do que nunca”, ou seja, é melhor realizar algo atrasado do que não fazê-lo nunca. Estamos fazendo agora, 15 anos depois do lançamento, a análise do CD “Um Pouco de Morro Outro Tanto Cidade Sim”, da encantadora cantora mineira Ângela Evans. Trata-se de uma obra-prima da nossa música, entre tantas outras dessa nova geração de artistas.

São 13 músicas imperdíveis de renomados autores, como: Nei Lopes, Elton Medeiros, Wilson, Ivan Lins, Paulo Cesar Pinheiro, Cristóvão Bastos, Baden Powell, etc. Além da participação especial de Wilson das Neves e Hermínio Bello de Carvalho. No repertório estão Samba de Pedra, Recato, Estrela Guia, Nada a Declarar, Meu Vadio Coração, Valha-me Deus.

O CD ora pesquisado contém versos memoráveis: “O samba é uma estrela que a névoa escondeu/Mas o seu calor ilumina o céu” (Estrela, de Elton Medeiros-Eduardo Gudin-Roberto Riberti); “E quando o primeiro começa/Os outros depressa procuram marcar/Seu pedacinho de terra pra morar” (Favela, de Padeirinho da Mangueira-Jorginho Peçanha); e “E mais/Não tem chuva, nem tem vento/Pra varrer os fragmentos/De cascalho neste chão” (Samba de Pedra, de Rui Quaresma-Nei Lopes).

O disco traz ainda três excelentes comentários, de autores do universo da música que dispensam comentários: Cláudio Jorge, com “Um pouco de morro, outro tanto cidade sim”; Hermínio Bello de Carvalho, com “Ângela Evans, feito um vulcão”; e Nei Lopes, com “Ângela Evans, o morro e a cidade”. Deles, não deixamos de extrair trechos. A seguir, pela respectiva ordem, isto é, do primeiro ao terceiro.

PRIMEIRO “Esse anjo – Ângela – canta como que veio para fazer mais do que cantar e isso fica muito claro neste disco – de sons, cores, imagens e sentimentos -, aparentemente despretensioso, simples na sua forma e gigantesco no seu conteúdo, dos arranjos ao canto passando pelas composições e músicos. O anjo traz consigo neste disco a intenção, quase missão, de juntar dois mundos, religá-los, no amplo sentido que tem a palavra religião”, ou seja, impecável homenagem ao samba nacional.

“Esse anjo, vindo de Belo Horizonte, traz no nome da cidade toda nossa certeza de que as coisas vão ser melhores do que hoje para a nossa música popular”. A arte desse anjo veio “Juntar num CD o que nunca esteve separado em nossos corações, porque samba é sangue que corre nas veias de todos os brasileiros brancos, negros, ricos e pobres. Coisa de Deus, coisa de anjo, coisa de Ângela Evans”.

SEGUNDO – Nos revela o pesquisador que seu encantamento pessoal pela “mineirinha” só aumentou quando soube, por um músico, parceiro seu, que a moça “gravou tudo direito e de primeira, junto com os músicos, tal e qual faziam Elis, Elizeth e Zezé Gonzaga”. Ao concluir, diz: “Com vocês, e com licença de minhas outras amadas interpretações. Angela Evans. E afirmo: uma excelente e visceral cantora-intérprete, com timbre cheio de lindas estranhezas, portadora de grande personalidade. E que, espero, irá também abalar os nossos corações, tal e qual fez desembestar o meu”.

TERCEIRO “O telefone toca. Quem fala? É o poeta Hermínio dos cabelos de orvalho, essa figura imensa de artista produtor e agitador cultural – que descobriu Clementina, inventou o Projeto Pixinguinha, criou as edições Funarte… E isso com um magnífico “pqp”, dos mais felizes e sonoros, tendo ao fundo a cantora Angela Evans canariando o “Samba de Pedra”. Lindíssima melodia do amigalhão Rui Quaresma que eu tive a honra de letrar. Hermínio estava bolado, encantado com o samba e com o CD, obra-prima de uma cantora de belos horizontes, estreando no disco, e que o Brasil precisa urgentemente conhecer. A obra de arte, produzida por Jota Souza, chama-se Um pouco morro outro tanto cidade, sim. E o CD é moderno, classudo, fina e saborosa iguaria. De verdade. A voz é cristalina, translúcida, límpida, afinadíssima”.

Ainda no encarte do citado CD, a artista, num gesto de grandeza e humildade, nos seus agradecimentos, lista nomes e mais nomes de artista, sejam do mundo do samba ou não. Por exemplo, Rildo Hora, Paulinho da Viola, D. Ivone Lara, etc. “Este disco é dedicado à memória de Izabel Guimarães Campos e Roberto M. Moura. E ao meu público, que é a minha Lei de Incentivo”.

“Vivendo é cantando há 26 anos em BH, cantora Ângela Evans tem suas raízes no Norte de Minas”. Es é o tema de uma excelente reportagem/entrevista de Adriana Queiroz – O Norte, em 07/07/2020 e atualizada em 27/10/2021, com a cantora, a qual revela como tudo começou em Montes Claros, sua terra natal e como fez para não perder o contato com seu público fazendo lives quando do isolamento pandêmico. “Ângela divide o tempo entre a música, afazeres de casa, caminhadas, exercícios e cuidados com a alimentação”, garante a jornalista.

Onde encontrar: Facebook Angela Evans; Instagram@angelaevanscantora.

Este é o nosso artigo especial do mês para os nosso fiéis leitores. Esperamos que gostem. Alias, é impossível não gostar da voz desse anjo mineiro. “Estrela da manhã, divina estrela guia/Farol que me orienta e me alumia” (Estrela Guia, de Wilson Moreira-Nei Lopes).

Notinha útil 1 – Amanhã, 1º de MAIO, Dia do Trabalhador/Trabalho. A todos a nossa homenagem com estes versos do sempre atual Gonzaguinha: “Um homem se humilha/se castram seu sonho/Seu sonho é sua vida/E a vida é o trabalho/E sem o seu trabalho/Um homem não tem honra/E sem a sua honra/Se morre, se mata/Não dá pra ser feliz,/Não dá pra ser feliz” (Guerreiro Menino (Um homem também chora), do LP “Palavra de Amor”, de Fagner, p.1983);

Notinha útil 2 – Amanhã também, comemoramos o aniversário da fundadora deste Facetas, Dra. Winnie Barros, a quem desejamos muita saúde e vida longa.

Por Angeline, Francisco e Winnie.

Fontes: 1. CD “Um pouco de morro outro tanto cidade sim”, de Ângela Evans, RJ: – gravadora Biscoito Fina, 2006. 2. https://onorte.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s